segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Clipping do Bem

Queridos alunos e amigos, nesta segunda-feira, 7 de dezembro, penso em levar a diante um projeto que me ocorreu depois de tantas outras recentes segundas-feiras em que me levanto, lavo rosto, vou para cozinha iniciar o meu dia com café e leitura do jornal.

A leitura do jornal, nos últimos tempos, tem feito todos aqueles rituais de auto-ajuda, controle de ansiedade e purificação de pensamentos ir por água abaixo. Tudo no jornal, do primeiro ao último caderno, são desgraças. Políticas, econômicas, ambientais, morais. O jornal, até na marca preta que deixa nos dedos, parece mais sujo.

Daí o surgimento do projeto do "Clipping do Bem".

Eu quero conhecer mais as coisas que estão dando certo, as iniciativas que visam ajudar as pessoas, o dinheiro bem e honestamente investido, o bem sendo praticado naturalmente, no dia-a-dia.

Eu quero saber por que o "Bem" não vende tão bem "Mal" ou se isso é uma inverdade pura.

Afinal, algum "Bem" deve estar sendo praticado. Eu sou uma evolucionista, e creio no nosso progresso, daí estarmos lutando contra a corrupção, estarmos fazendo manifestações e sendo ouvidos, isso é evolução.

Deixo aqui meu primeiro "Clipping do Bem": parceria entre Instituto Ayrton Senna, USP e CepeUsp.
Você sabia que isso acontece no Brasil de hoje?

Desejo que você tenha uma ótima leitura com este post.
Denise Neves.




Um comentário:

Ricardo Christiano disse...

Sensacional! Com isso podemos observar que é possível no Brasil fazer algo de primeiro mundo, desenvolver cultura, educação, esporte de uma só vez. Um exemplo de viver em comunidade.